Momentos importantes do acesso do Ceará para Série A em 2018

Quando o Ceará entrou em campo contra o Criciúma (SC) pela 37° rodada da Série B 2017, no Estádio Heriberto Hulse, no dia 18/11, ele já sabia que estava matematicamente garantido na Série A para 2018, isso graças aos resultados da rodada, Londrina 0 x 0 América (MG), ABC (RN) 2 x 0 Oeste (SP). No domingo após esse jogo, a cidade de Fortaleza ficou pequena, tanto no aeroporto, como em Porangabussu, um mar de gente tomou conta das ruas em uma carreata de comemoração, à volta depois de sete anos disputando a divisão de acesso do Brasileirão. Na rodada seguinte, na Arena Castelão, no dia 25/11, 57 mil pessoas viram o Vozão vencer outro alvinegro o ABC (RN) e termina com 67 pontos, 19 vitórias, 10 empates e nove derrotas. Vamos as sete vitórias decisivas que definiram esse acesso.
Antes de tudo vale lembrar que Givanildo Oliveira era o treinador do Ceará, até a oitava rodada e deixou a equipe com nove pontos, duas vitórias, três empates e duas derrotas. Apesar de ter sido campeão cearense, pelo alvinegro de Porangabussu, isso não lhe valeu permanecer e após o empate em 1 x 1, em casa foi dispensado. A equipe base deixada pelo Givanildo era de Éverson, Tiago Cametá, Rafael Pereira, Valdo, Romário, Richardson, Jackson Caucaia (Pio), Pedro Ken, Rafael Carioca (Alex Amado), Roberto, Magno Alves (Artur).
No dia seguinte a saída do Givanildo, o Ceará anunciou Marcelo Chamusca para o restante da temporada. Ele deixou o comando do Paysandu, que dirigia na Série B. Ele não assumiu a equipe contra o Vila Nova no empate em 1 x 1 fora da casa, mas sim Daniel Azambuja. Nem na vitória de 3 x 0 contra o Oeste em casa, ainda era Daniel no comando.
Chamusca estreou com derrota para o Paraná 1 x 0, no dia 01 de julho de 2017.

1: Vitória da raça contra o Figueirense, 2 x 0 fora de casa.

O jogo foi no dia 08 de julho, o no Orlando Scarpeli e o vovô venceu com gols de Pedro Ken e Ricardinho. Partida valida pela 12° rodada deu um novo animo as pretensões alvinegras na competição.

2: Ceará venceu jogo por placar mínimo contra Náutico

Depois de amargar 4 x 1 contra o Boa Esporte (MG), o Ceará entrou em campo pela 22° rodada do Brasileirão Série B, contra o Timbu e venceu com o gol logo no início de Lima (jovem estrela do Grêmio)

3: a virada contra o Brasil de Pelotas

Na 25° rodada, na Arena Castelão, no dia 23 de setembro, o Ceará passou certo sufoco, mas no fim venceu e se consolidou na briga pelo acesso. Primeiro aos 40 minutos da etapa inicial Misael (ex-Ceará) abriu o placar, aos 20 da etapa final Leandro Carvalho empatou e aos 31° do segundo tempo Ricardinho fez o gol da virada, gol importantíssimo para essa campanha de time que buscava subir.
4: A vitória alvinegra fora da casa contra o Luverdense e a busca do G4
30 de setembro, Passo das Emas, um desesperado Luverdense na zona de rebaixamento, mas jogando em casa, contra o Ceará invicto há quatro jogos. E conseguiu a vitória mínima de 1 x 0, gol de Lima. Nesse momento o alvinegro cearense ficou em quinto lugar.
5: Vitória para entrar no G4 e não sair mais 5: Vitória para entrar no G4 e não sair mais
Era uma noite de terça-feira e a torcida do Ceará estava ansiosa e Elton e Magno Alves marcaram e o vozão venceu o Vila Nova por 2 x 0, se consolidando no G4 em terceiro lugar.
6: Vencer o líder e se assumir como time pronto para subir
Vencer o Inter no Beira Rio, seria uma façanha impossível se não fosse o Ceará, pois já venceu a equipe colorada, em uma Série A em 2011, gol de um ex-idolo do Inter, Iarley. Vencer o Inter no Beira Rio, seria uma façanha impossível se não fosse o Ceará, pois já venceu a equipe colorada, em uma Série A em 2011, gol de um ex-idolo do Inter, Iarley. Mas dessa vez era diferente, uma equipe em ascensão, diante de 38 mil pessoas, praticamente já garantida na Série A e com o titulo, só não contavam com Elton, depois de um passe de Lima jóia do maior rival Grêmio. A vitória daria 58 pontos na tabela e a vice-liderança e o sonho cada vez maior do acesso. 
7: jogo do acesso vitória contra o Paysandu e marca gigante da torcida 7: jogo do acesso vitória contra o Paysandu e marca gigante da torcida
Uma noite de terça-feira, Arena Castelão, 45 mil pessoas, 14/11, véspera de feriado e o Ceará do técnico Marcelo Chamusca, entrou em campo com Éverson, Pio, Rafael Pereira, Luiz Otávio, Romário (Rafael Carioca), Richardson, Pedro Ken (Raul) e Ricardinho, Lima, Elton, Roberto (Maikon Leite). Gols de Pio e Elton. Ceará 2 x 0 Paysandu, o jogo do acesso e da volta a primeira divisão do futebol brasileiro.
Não é possível esquecer os grandes jogadores importantes nesta conquista, gols decisivos de Magno Alves, com 41 anos, a participação de Fernando Henrique no gol contra o Paraná fechando a meta alvinegra. Os gols de Artur garoto da base do Ceará, que já estourou a idade e é uma espécie de amuleto que decidiu alguns jogos. E Pio que entrou e fez três gols de falta que deram pontos preciosos ao acesso. No fim todos deram sua contribuição para essa arrancada e acesso a elite do futebol brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial