SENAR: O ” S ” DO CAMPO ENSINA A FAZER FAZENDO

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural- SENAR foi criado pela Lei  Nº 8.315, de 23 de  dezembro de 1991, nos termos do art. 62 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, com o objetivo de organizar, administrar e executar em todo o território nacional o ensino da formação profissional rural e a promoção social do trabalhador rural, em centros instalados e mantidos pela instituição ou sob forma de cooperação.

Ao longo de sua história de 25 de atuação no Estado do Ceará,  o SENAR já ofereceu gratuitamente mais de 25 mil cursos, atendendo a mais de 420 mil trabalhadores. Sua missão é exatamente promover a capacitação dos  trabalhadores rurais, com a oferta de cursos de Formação Profissional Rural – FPR, Promoção Social – PS e de Programas Especiais – PE, com uma grade de cursos em todas as cadeias produtivas da agropecuária. Somente em 2018, ofertou 1.100 cursos e capacitou em diversas áreas mais de 19 mil produtores, muitas vezes feitas dentro da propriedade, baseada na filosofia do Ensinar a Fazer Fazendo.

O  nosso  ” S”  é totalmente diferente dos demais pois é o único que não cobra pelo serviço executado, ou seja, é gratuito e ainda disponibilizamos alimentos no decorrer dos cursos para esses produtores. Além disso, a  arrecadação não decorre de nenhuma verba que saia do governo para fazer esse trabalho. O recurso decorre de um percentual de 0,2% sobre a venda da produção e, por lei,  80% desses recursos devem ser aplicados para atender ao trabalhador rural.

Outro aspecto importante que nos diferencia: somos uma só instituição , que faz ao mesmo tempo a formação profissional e a promoção social. Desde 2015, estamos oferecendo também educação formal gratuita, formando técnicos em agronegócio em quatro Pólos: Fortaleza, Cascavel, Quixeramobim e Quixadá.

Na área de promoção  social, destacamos  o Programa Agrinho, levado aos alunos das escolas de ensino fundamental da zona rural, através de uma proposta pedagógica baseada em  temas transversais como meio ambiente, saúde e cidadania, na transdisciplinaridade e na pedagogia da pesquisa, atendendo  a  mais de  130 municípios , beneficiando mais de 2 milhões e 600  mil alunos,  em 16 anos de execução.

Também levamos saúde ao campo, através do  programa Saúde do Homem e da Mulher, somente este ano, atendemos a  1.141 homens com o exame de PSA e consulta com o médico urologista e 1.061 mulheres,  com os exames de papanicolau.

Isto posto, acreditamos que fica demonstrada a importância do trabalho executado pelo SENAR que chega aos mais longínquos e difíceis  pontos do país, levando informação, novas tecnologias,  saúde e educação, transformando a vida de milhares de famílias de agricultores, que no caso do Ceará,  98% estão localizados na região semiárida.

FLÁVIO VIRIATO DE SABOYA NETO 

Presidente do Conselho de Administração do SENAR-AR-CE e  da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (Faec).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *