Varejo aposta em inovação para alavancar crescimento; estudo mostra mais de 290 startups no setor

No Brasil, existem atualmente 293 startups com soluções para o Varejo, divididas em 13 categorias, sendo que 14,4% delas estão na categoria de Sistema de Gestão de Lojas e Estoque, seguido por Fintechs no Varejo – que representam 13,7% – e Marketing e CRM (12,4%), logo depois aparecem as soluções de Fidelização, Recomendação e Cashback, com 12%.

Os números são do Liga Insights Retail – maior estudo já feito no Brasil sobre startups do setor, realizado pela Liga Ventures (https://insights.liga.ventures) – aceleradora corporativa especializada em gerar negócios entre startups e grandes empresas – que analisou um banco de dados com mais de 11 mil startups no país. O levantamento ainda contou com mais de 40 entrevistas de especialistas de grandes empresas, como GPA, Amaro, Sebrae, Raia Drogasil, Vivo, Chili Beans, Oskley, entre outras.

O estudo mostra como as tecnologias estão ajudando o setor a se modernizar, facilitando a gestão e dando mais inteligência aos varejistas, além de melhorar as experiências dos consumidores.

Físico x online

Pesquisas mostram que 74% dos consumidores ainda preferem comprar em lojas físicas, porém 9 em cada 10 clientes pesquisam virtualmente antes de ir ao ponto de venda. “O comportamento do consumidor vem mudando consideravelmente na última década e está seguindo os passos da revolução digital. Mas, mesmo com a tendência online, o varejo tradicional ainda é muito forte e não deve morrer. Ainda assim, a necessidade de inovação se faz necessária e, como em diversos setores, o varejo também precisa se adequar às novas necessidades dos consumidores”, afirma Raphael Augusto, startups hunter da Liga Ventures e responsável pelo Liga Insights.

O Varejo 4.0

Atração do cliente, Experiência na loja, Entrega e Fidelização do cliente são aprofundados no contexto da relação entre o mundo físico e digital.

Atraindo o consumidor: para atrair o consumidor uma tecnologia muito utilizada é a geolocalização – que permite que as empresas sejam mais eficientes e assertivas, inclusive, nas campanhas mobile. Uma startup que está inovando nesse segmento é a pernambucana In Loco (https://inloco.com.br/), que nasceu para oferecer tecnologia de dados e localização para o varejo físico. A solução traz métricas e informações, que aumentam e influenciam o fluxo nas lojas. A In Loco já mapeia cinco milhões de estabelecimentos comerciais e está presente em 80% dos smartphones do Brasil.

 

O Marketing Omnichannel também é uma ferramenta poderosa para aproximar varejo e consumidor. No setor, uma startup que cresce a cada dia é FlowSense (https://flowsense.com.br/) – startup de inteligência e engajamento geolocalizado para apps. Por meio de suas aplicações  e soluções, as empresas podem explorar os dados de localização gerados por usuários de aplicativos e transformá-lo em estratégias eficientes para comunicação, vendas, marketing e expansão do negócio.

 

Além disso, os Chatbots, Wi-Fi e Hotspots também são inovações que fazem a diferença na hora de atrair os clientes. Segundo previsões do Gartner, em 2020 os chatbots serão usados em 25% das operações voltadas para o atendimento consumidor.

 

Experiência dentro da loja: durante a jornada de compra, a experiência que o consumidor vai ter dentro da loja é um dos pontos mais importantes, já que o cliente valoriza cada vez mais uma boa experiência no momento da compra. Algumas das soluções que auxiliam o varejo físico nesse quesito são: Digital Signage e Touchscreen, Mobile Apps e Omnichannel. A SEED Digital (https://www.seeddigital.com.br/) é uma startup que entrega inteligência para dentro das lojas. Por meio de sensores e câmeras, a tecnologia consegue monitorar o tamanho das filas, fluxo de clientes e sugerir mudanças no layout da loja para atender melhor os clientes e aumentar a conversão de vendas.

Entregas: uma pesquisa da McKinsey, apontou que 25% dos clientes aceitariam pagar mais pelo produto só para recebê-lo instantaneamente. Já dados do comércio eletrônico mostram que a entrega é um dos fatores que mais convence o consumidor a comprar online: 79% fretes grátis, 54% devoluções gratuitas, 42% envio no mesmo dia, 40% envio no próximo dia, 36% devoluções facilitadas e 21% entrega em até duas horas. Last Mile, Clique e Retire, Logística Reversa são as estratégias a serem exploradas pelo setor.

Fidelização dos clientes: além da preocupação em atrair os consumidores para as lojas físicas, otimizar e melhorar a experiência deles dentro dos estabelecimentos e entregar os produtos da forma mais rápida possível, agora os varejistas também precisam se dedicar a fidelização dos clientes. Uma tecnologia que pode ajudar são ferramentas de Coleta e análise de Feedbacks. No Brasil quem usa essa tecnologia é o Gorilla App (https://gorilaapp.com.br/) – plataforma que mede a satisfação do cliente em tempo real. Com a coleta de dados por meio da plataforma, é possível criar pesquisas determinando as métricas mais importantes e disponibilizá-las em diversos canais, como e-mail, web, SMS, redes sociais, QR codes e até WhatsApp. Além disso, a startup comercializa totens de pesquisas para medir a satisfação do cliente de forma offline.

Liga Insights Retail

Veja o levantamento completo aqui:

https://insights.liga.ventures

Fonte:

Plataforma DisruptBox com 11.263 mil startups brasileiras, composta pelo banco de startups da Liga Ventures que incluem inscrições para os programas de aceleração e eventos da aceleradora, recomendações, notícias abertas em portais de negócios e busca ativa de startups.

O estudo contou com o apoio de conteúdo do Ibmec-SP, Astella Investimentos, NOVAREJO e PWC.

Número de startups no segmento: 293.

Entrevistados no estudo: mais de 50 pessoas – entre empreendedores, especialistas e grandes empresas.

Áreas das startups mapeadas:

  • Buscadores, comparadores e localizadores de produtos

  • Chatbots para atendimento ao consumidor

  • Construtores de e-commerces

  • Experiência de loja, VR e VA

  • Feedbacks, reviews e análises inteligentes

  • Fidelização, recomendação e cashback

  • Fintechs no varejo

  • Gestão e Treinamento de times

  • Indoor Analytics

  • IoT, Big Data, analytics e AI

  • Logística, Entrega e Last Mile

  • Marketing e CRM

  • Sistema de gestão de loja e Estoques

Sobre a Liga Ventures

Criada em 2015, a Liga Ventures (http://liga.ventures/) é uma das maiores aceleradoras de startups do país e pioneira no mercado de aceleração corporativa e corporate ventures, com parceiros como BNDES, GPA, Brink’s, Porto Seguro, Embraer, Mercedes-Benz, AES Brasil, Intel, TIVIT, Eaton, WebMotors, Sascar, Unilever, Ticket Log e mais de 11 mil startups em seu banco de dados. Só em 2017, foram realizadas mais de 3 mil inscrições nos programas de aceleração, na qual a Liga é responsável desde o processo de seleção das startups até o acompanhamento dia a dia com os empreendedores. Foram realizados também mais de 200 eventos e 782 horas de conteúdo produzidos diretamente para grandes empresas e startups.  A Liga também acelerou 77 startups em 15 ciclos de aceleração e criou estudos inéditos via projeto Liga Insights, apontando startups que estão inovando nos setores de AutoTech, Tecnologias Emergentes, HR Techs, Health Techs, IT, Real Estate, Eleições 2018 e Martechs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *