Pecnordeste espera receber 35.000 visitantes

GESTÃO E MERCADO: O CAMINHO PARA O FORTALECIMENTO DA PECUÁRIA NORDESTINA, é o tema do XXII Seminário Nordestino de Pecuária – PECNORDESTE, em 2018, de 5 a 7 de julho próximo, no Centro de Eventos do Ceará, Pavilhão Leste. Conta com a participação de 9  segmentos do agronegócio cearense:  apicultura, aquicultura e pesca, artesanato, avicultura, bovinocultura, caprinovinocultura, equinocultura, suinocultura  e turismo rural. O evento é uma promoção e realização do Sistema FAEC/SENAR/ CNA, SEBRAE-CE e Sindicatos Rurais com o apoio de diversas associações de produtores e parceiros como o Banco do Nordeste do Brasil, FIEC, Governo do Estado e ADECE-Agência de Desenvolvimento do Estado. 

A solenidade de abertura acontece às 9 horas, do dia 5 de julho, com a entrega da Medalha do Mérito Rural Prisco Bezerra a três personalidades, escolhidas pela Diretoria Plena da FAEC, pelo SENAR e pela CNA nas categorias política e administração pública: o Deputado Federal pelo Piauí, Júlio César de Carvalho Lima, coordenador da bancada nordestina, ex-presidente da Comissão de Agricultura, que lutou pela aprovação da Lei de Renegociação das Dívidas Rurais, na categoria Científica, Tecnológica  ou de Ensino, o médico veterinário  da Agência de Defesa Agropecuária ADAGRI, Joaquim Sampaio Barros, coordenador estadual do Programa de prevenção e  erradicação da febre aftosa desde 2001e, na  categoria  produtor rural e ou liderança classista, José Pinto de Albuquerque, fundador e ex-presidente do Sindicato Rural de Coreaú, representou a FAEC  na Zona Norte do Estado como Vice Presidente Regional por duas gestões sequenciais e  ocupou o cargo de Conselheiro Fiscal da entidade. 

Em seguida, haverá uma visita ao pavilhão da Feira de Produtos e Serviços Agropecuários, ao Show Room de Tecnologias Agropecuárias, e a Expopec-Exposição de Animais representando os seis segmentos pecuários adaptados ao semiárido: bovinos, caprinos, ovinos, suínos, equinos e aves. 

A palestra magna  com o tema Gestão e Mercado: o Caminho para o Fortalecimento  da Pecuária Nordestina, será  ministrada às 14 h, no auditório principal, pelo  Chefe Geral da Embrapa Gado de Leite, Paulo do Carmo Martins, economista pela UJF, com mestrado em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Viçosa-UFV e Doutorado em Economia Aplicada pela USP. 

A expectativa do coordenador geral, Sérgio Oliveira da Silva é receber durante os três dias do Seminário,100 caravanas de produtores, 35 mil visitantes e 4.500 inscritos entre técnicos, produtores, micro e pequenos empresários e profissionais liberais, estudantes, médicos veterinários, engenheiros agrônomos, zootecnistas,  técnicos agrícolas e pesquisadores.  

O PECNORDESTE vem se firmando a cada dia como um evento de caráter técnico científico e,  neste ano, incluiu um novo item em sua programação que é o cuidado com a saúde, através do Espaço SENAR, disse  Sérgio Oliveira, que é também Superintendente do SENAR. No referido Espaço, os participantes serão orientados por especialistas em nutrição, naturólogos, professores de educação física, chefes gastronômicos, psicólogos e fisioterapeutas. O Senar já oferta um importante programa de saúde ao produtor rural e sua família , que é o Programa Saúde do Homem e da Mulher, com exames de prevenção ao câncer de próstata e do útero, palestras e orientações .  

” O PECNORDESTE é o maior evento da pecuária nordestina  por reunir em um só  espaço nove segmentos do agronegócio cearense, e a Federação faz um grande esforço para realizar o evento,  que tem como principal finalidade contribuir para o desenvolvimento sustentável  do agronegócio da pecuária regional, estimulando a difusão de novos conhecimentos e a geração de negócios., disse o Presidente da FAEC, Flávio Saboya.  

 

PROGRAMAÇÃO TÉCNICO -CIENTIFICA  

A programação técnico-científica é  elaborada por uma comissão composta por técnicos e especialistas de diversos órgãos e instituições, está sob a coordenação do eng. agrônomo Eduardo Melo  Barroso. Envolve mais de 100 ações, entre palestras técnicas, mesas redondas,painéis, cursos de capacitação,envolvendo cerca 140 palestrantes e presidentes de mesa de várias universidades do Brasil de Lavras-MG,  Bahia, Rio Grande do Norte e  Ceará, da Embrapa , Ematerce,  Secretaria de Desenvolvimento Agrário-SDA, Secretaria de  Agricultura, Pesca e Aquicultura- SEAPA, DNOCS, ADECE,  Associação Cearense dos Criadores de Camarão-ACCC, ADAGRI- Agência de Defesa Agropecuária, entre outros . 

 

EXPOPEC APRESENTA ANIMAIS ADAPTADOS AO SEMIÁRIDO 

No estacionamento do Centro de Eventos, os frequentadores tem um contato direto com  animais  representando raças dos seis segmentos pecuários adaptados ao semi-árido: bovinos, caprinos, ovinos, suínos, equinos e aves. O coordenador da Exposição, Henrique Matias, que é presidente do Sindicato Rural de Caucaia, disse que no  local da EXPOPEC, o produtor  poderá fazer negócios, adquirir matrizes e  participar das Oficinas de Capacitação. O espaço é aberto ao público de 10 às 22 horas.  

A EXPOPEC contará com a participação de cerca de 91 animais sendo BOVINOS: das raças: gir, nelore, guzerá, sindi, indubrasil, guzolando, lavinha/sindolando; CAPRINOS: raças: moxotó, canindé, marota, repartida, azul, graúna e OVINOS: somalis, morada nova, rabo largo, cariri, cabugir, soinga, cocorobó. AVES: raça índio gigante; e Suínos: raça Landrace 

 

Presidente da Faec, Dr. Flávio Viriato de Sabóia

 

 

ESPAÇO  DE GASTRONOMIA  

Dentro da Feira de Produtos e Serviços Agropecuários, haverá um Espaço de Gastronomia, com pratos da culinária regional cearense e nordestina, sob a coordenação da Associação dos Chefes de Cozinha.- ACC. O Chef Luciano Ferreira, presidente da ACC, aceitou o desafio   da Comissão organizadora do PECNORDESTE, e organizou a participação de vários chefes apresentando pratos típicos à base de carneiro, aves, suínos, bovinos e crustáceos, incluindo camarão. . Os pratos serão vendidos a  apenas R$10,00, preços bastante convidativos, permitindo o acesso de todos à nossa gastronomia, disse Luciano Ferreira. 

 

SHOW-ROOM DE TECNOLOGIAS 

A  22ª edição do Seminário Nordestino de Pecuária – PECNORDESTE apresenta  um show-room de tecnologias agropecuárias que premiará as três tecnologias melhores avaliadas. A Mostra acontece também dentro do espaço da  Feira de Produtos  e de Serviços Agropecuários, coordenado pelo engenheiro  agrônomo Augusto Júnior,do Instituto CENTEC.   Será realizada uma votação do público visitante do showroom, para eleger as três  tecnologias mais aplicável ao meio rural. Os votos serão computados, por meio digital, durante o período de funcionamento da feira. Os critérios de participação, avaliação são: ter uma tecnologia acessível, sustentável e aplicável ao Agronegócio,  ter um CPF, no caso de pessoa física (acima de 18 anos) ou CNPJ, no caso de jurídica, expor e apresentar a tecnologia in loco durante o evento,  estar presente no funcionamento da feira (10h30min às 20h30min) durante os três dias. 

 

ESPAÇO SENAR  EDUCAÇÃO E SAÚDE 

A saúde e a educação representam as bases para o crescimento de empresas, expansão de serviços e do segmento agropecuário e industrial. Com o intuito de promover a conscientização sobre os temas a 22ª edição do Seminário Nordestino de Pecuária – PECNORDESTE conta com um espaço aberto ao público que discutirá temas relacionados à educação e saúde coordenado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – SENAR-CE. 

As palestras serão  lecionadas por naturólogos, nutricionistas, professores de educação física, chefes gastronômicos, psicólogos e fisioterapeutas. Todas as palestras acontecerão na sala de capacitação que ficará localizada no térreo e terão um limite de 30 pessoas por palestra. A programação tem inicio a partir das 13h do dia 5 /07 e vai até às 16h do dia 7.  

 

SEIS CASOS DE SUCESSO 

Serão apresentados seis casos de sucesso. Apicultura : Caso de sucesso da Cooperativa Sertaneja Cearense-FAPI, de Paramoti-CE,  Na Avicultura: Dos produtores(as) de frangos e ovos caipiras dos municípios de Russas e Limoeiro do Norte/CE ; Bovinocultura: Pastejo irrigado subterrâneo – boa opção para a região nordeste;Caprinovinocultura: Confinamento intensivo de ovinos – Caso de sucesso da Empresa Cialne – Maranguape/CE; Seminário da Palma: Produção de Palma Forrageira em pequenas propriedades , pelo proprietário da Fazenda Flores;Turismo Rural: Palestra: Criação e fortalecimento de roteiros turísticos rurais – Casos de sucesso na Ibiapaba. 

 

25 OFICINAS DE CAPACITAÇÃO  

Durante os três dias do evento serão ofertadas 25 oficinas de Capacitação em quatro espaços diferenciados  : na Arena, com  uma arquibancada coberta, os produtores  poderão acompanhar por exemplo, o passo a passo de como fazer uma silagem ensacada. Ali serão oferecidas 7 oficinas sobre: Bioenriquecimento da palma forrageira Boas práticas na aplicação de vacinas em aves caipiras – preparação e aplicação, Silagem ensacada: vantagens, custos e formas de operacionalização na propriedade e sobre: Manejo de Colmeias na alimentação de qualidade no período e orçamento forrageira.  

O segundo espaço das oficinas será na Vitrine do SENAR, voltados para o setor de gastronomia  com os seguintes  cursos : Delícias de Caju, Culinária da Macaxeira, Delícias do Mel,Culinária da Palma Forrageira na alimentação humana, Pães e biscoitos artesanais. 

O terceiro espaço dentro da EXPOPEC -Exposição de Animais- terá cinco oficinas com os seguintes temas   : Características raciais de ovinos nativos; Características raciais de bovinos adaptados ao semiárido; Doma Racional e  Funções de Embocaduras do cavalo.  

O quarto espaço oferta 5 oficinas pelo segmento de artesanato sobre: Areia Colorida, a utilização do couro no artesanato, trançado em palha para confecção de bijouterias. 

As oficinas da Arena e da Vitrine Senar são gratuitas.  

 

100 CARAVANAS DE PRODUTORES DE DIVERSAS REGIÕES DO ESTADO  DEVERÃO PARTICIPAR DO PECNORDESTE ESTE ANO.  

 

FORRAGEIRAS DO SEMIÁRIDO E ORÇAMENTO GRATUITO  

O projeto de pesquisa Forrageiras para o Semiárido desenvolvido pela CNA / EMBRAPA e Federações do Nordeste em 13 Unidades de Referência Tecnológicas-UTRs, será apresentado aos  produtores no estande do SENAR-CE, onde irão ser expostas as 21 espécies forrageiras em pesquisas e  ainda poderão fazer um orçamento forrageiro  adequado ao  seu rebanho, informou o coordenador do projeto Eduardo Barroso. Haverá oficinas ensinando a fazer o orçamento forrageira da propriedade e no estande do Sistema FAEC/SENAR, um técnico orientando tudo de forma digital. 

 

TRÊS SEMINÁRIOS DISCUTEM A PALMA, O TURISMO E A CONTABILIDADE RURAL  

II SEMINÁRIO DA  PALMA  FORRAGEIRA   

SEMINÁRIO DE CONTABILIDADE RURAL  

SEMINÁRIO DE TURISMO RURAL .  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial