Grupo E (Brasil de Tite, a Costa Rica, a Sérvia e a Suiça)

A abertura do grupo ocorre no dia 17/06 às 09h, horário de Brasília, Costa Rica x Sérvia. No mesmo dia às 15h, o Brasil enfrenta a Suiça, em Rostov. 

 

O Brasil: Penta campeão mundial de futebol, com os títulos de 1958 (Guarrincha, Vavá, Pelé), 1962, 1970 (Rivelino, Gerson, Carlos Alberto Torres e 1994 (Romário, Bebeto e Rai), o título das Olimpiadas do Rio com Neymar, a seleção canarinha, que vem de um péssimo resultado no Mundial realizado no Brasil, quando sofreu a derrota de 7 x 1 para a Alemanha, na Arena Minas, foi demitido Luis Felipe Scolari e contratado Dunga que fez uma campanha fraca no inicio das eliminatórias e foi demitido, logo após perder a Copa América comemorativa nos EUA. Nas eliminatórias, o Brasil terminou com 41 pontos, 12 vitórias, cinco empates e apenas uma derrota, entre os principais exitos estão a vitória contra o Equador por 3 x 0, no estádio Atahualpa, no dia 01/09/2016; a vitória de 5 x 0, contra a Bolívia, na Arena Dunas em 06/10/2016, na Arena Minas; 4 x 1 contra o Uruguai em 23/03/2017, no estádio centenário. E a classificação que veio na 14° rodada, no dia 28/03/2017 em uma vitória de 3 x 0 sobre o Paraguai, na Arena do Corintinhans. Tite levou a campo, Alisson, Fagner, Miranda, Marquinhos (Thiago Silva) e Marcelo, Casemiro, Paulinho, Renato Augusto, Philippe Coutinho (William) e Neymar, Roberto Firmino (Diego Souza), os gols foram de Philipe Coutinho, Neymar e Marcelo. Ainda com alguns nomes para fechar o grupo, o técnico da seleção levou a campo no último amisto no dia 27/03/2018, onde venceu a Alemanha por 1 x 0 com de Gabriel de Jesus; Alisson, Daniel Alves, Thiago Silva, Miranda, Marcelo, Casemiro, Fernandinho, Paulinho, William e Coutinho (Douglas Costa), Gabriel de Jesus. 

 

Costa Rica: Entrando na quarta fase das eliminatórias da Concacaf para a Copa do Mundo, os costariquenhos, terminaram em primeiro lugar no Grupo B, com 16 pontos, cinco vitórias e um empate, entre as vitórias estão 3 x 1, sobre o Panamá, 3 x 0 na Jamaica. No hexagonal final a Costa Rica terminou em segundo lugar com 16 pontos, quatro vitórias, quatro empates e duas derrotas. Entre os resultados positivos estão, a vitória de 2 x 0 sobre Trinidade e Tobago, no estádio Crewford. 4 x 0 sobre os EUA, no estadio Nacional da Costa Rica. O jogo que valeu a classificação foi o empate em 1 x 1 com a Honduras na penúltima rodada das eliminatórias. No dia 28 de março de 28/03/2018 em amistoso a Costa Rica perdeu por 1 x o da Túnisia. O treinador Oscar Ramirez colocou em campo, Keylor Navas, Gambo (Oviedo),Westen, Acosta, Oscar Duarte, Calvo, Celso Borges, Tejeda (Azofeifa), Colindres (Seguro), Bujon Ruiz (Yendrice Ruiz), Urena (Mitchell). 

 

Sérvia: Falar da Sérvia nos lembra Petchovich, jogador da antiga Ioguslávia, que jogou no Flamengo, Vitória da Bahia, era meio esquentado, mas jogava um bolão. A seleção do seu país se classificou ao Mundial com a liderança do Grupo D com 21 pontos, seis vitórias, três empates e um derrota. Entre as principais conquistas estão a vitória por 3 x 0 sobre a Moldávia, 3 x 1 sobre e Geórgia, 1 x 0 sobre a Irlanda. Na última rodada a Sérvia bateu novamente a Geórgia, dessa vez por 1 x 0 em Belgrado. Para essa partida decisiva a Sérvia veio a campo com Vadimir Stoykovic, AntônioRukavine, Nicola Maksimovic, Branislai Ivanovic, Dusko Tosic, Alecksander Prijovic que entrou no decorrer da partida e fez o gol. 

 

Suiça: a “gelada” seleção suiça chegou ao Mundial depois de jogar as eliminatórias da Europa, no Grupo B, onde ficou em segundo lugar com 27 pontos, mesmo número de pontos do líder Portugal, 9 vitórias e uma derrota, mas perdeu no saldo de gol, pois ele tinha saldo 16 contra 28 de Portugal. Entre as vitórias, estão, o exito sobre Portugal 2 x 0, na primeira rodada,  5 x 2 sobre a Hungria. Na repescagem a Suiça venceu a Irlanda por 1 x 0 no estádio Windson Park em 09/1/2017, no jogo que valeu a classificação foi no dia 12/11/2017 no Jacob Park, 0 x 0 deu Suiça a vaga, o técnico Vladimir Petckoviv levou a campo, Sommer, Lichtsteiner, Sela, Akayi, Ricardo Rodriguez, Zakaria, Yhaka, Shagiri (Freuter), Dzemaili (Mehmedi), Zuber, Seferovi (Embolo). 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial