Grupo D (Argentina, Croácia, Islândia e Nigéria)

1° rodada acontece no dia 16 de junho de 2018, no estádio Spartak, 10h horário do Brasília, Argentina x Islândia, no mesmo dia 16h, no estádio Kaliningrado se enfrentam Croácia x Nigéria. 

 

Argentina: O que falar dos hermanos depois de uma goleada em amistoso contra a Espanha por 6 x 1, em Madri, no dia 27 de março, deste ano, quando o time de Loptequi se aproveitou da ausência de Messi e da dependência da equipe da estrela mundial e aplicou essa goleada com gols de Isco (3), Iago Aspas, Diego Costa e Thiago Alcântara, gol dos sulamericanos foi de Otamendi. 

 

Nas eliminatórias que lhe classificaram para o Mundial terminou em terceiro lugar, com 28 pontos, sete vitórias, sete empates e quatro derrotas. 19 gols pró e 16 gols contra. Os principais destaques para os argentinos foi as vitórias de 3 x 0 sobre a Colômbia, e 3 x 1 fora de casa contra o Equador na última rodada que lhe valeu a classificação, a escalação de Jorge Sampaoli para essa partida,  foi de Sérgio Romero, Mercado, Mascherano, Otamendi, Biglia, Enzo Pérez, Salvio (Fazio), Acunã, Di Maria (Leandro Paredes), Messi (3), Benedetto (Icardi). 

Poucos dias antes da goleada sofrida para a Espanha, a Argentina tinha vencido a Itália por 2 x 0. Nessa partida a equipe veio com Willy Caballero, Fabricio Bustos, Federico Fazio, Nicolás Otamendi, Nicolás Tagliafico, Leandro Paredes, Manuel Lanzini (gol), Giovani Lo Celso, Ángel Di Maria, Gonzalo Hinguaín. Messi estava no banco, quem entrou e fez um gol foi Éver Banega. Um jogador ausente que pode se destaque da Copa é Dybala jovem estrela da Juventus (IT), outro que nem aparece em listas é o Tevez que joga muito, mas a defesa dos hermanos está deixando a desejar. Já não temos mais uma favorita na Copa, o que ela conquistar pode ser lucro.        

 

Croácia: a seleção européia já teve grandes selecionados que inclusive terminou em terceiro lugar em uma edição do mundial de seleções da Fifa. Nas eliminatórias foi segundo lugar no Grupo I, das eliminatórias européias para a Copa do Mundo com 20 pontos, com seis vitórias, dois empates e duas derrotas. Entre as principais vitórias a goleada em cima do Kosovo por 6 x 0. A vitória sobre a líder Islândia por 2 x 0 

 

Esse foi mais um grupo que concluímos sobre o Mundial da Copa do Mundo da Rússia 2018. O jogo que levou a Croácia a repescagem foi contra a Ucrânia, a vitória de 2 x 0, com passes de Modric e Rakitic e os gols de Kramaric. Mas a classificação veio em duas partidas contra a Grécia, 4 x 1 em casa e 0 x 0, no dia 12 de novembro, a seleção do técnico Zlatko Dalic veio a campo com Subasic, Vrsaljko, Lovren, Vida, Strinic, Rakitic, Brozovic, Modric (Mitrovic), Mandzukic, Kalinic (Kramaric), Perisic (Rebic). 

 

Em amistosos recentes a Croácia perdeu para o Peru por 2 x 0 e venceu o México por 1 x 0  gol de Rakitic e ainda terá amistosos em junho antes da Copa contra Brasil e a confirmar contra Senegal. 

Islândia: Como falamos há pouco, no Grupo I, a Croácia terminou em segundo e teve de passar por repescagem, já a Islândia se classificou direto, com a liderança isolada, com 22 pontos, sete vitórias, um empate e duas derrotas. Entre as vitórias 2 x 0 contra a Turquia, 1 x 0 contra a Croácia, e a vitória de 2 x 0 contra Kosovo, que garantiu a primeira participação da Islândia com apenas 300 mil habitantes em Copas do Mundo. Os gols foram de Sigurdson e Gudmundsson. O treinador Heimir Hallgrimsson colocou em campo Hannes Halldórsson, Birkir Saevarsson, Kári Árnason, Hördur Magnússon, Ragnar Sigurdsson, Emil Halfredsson, Aron Gunnarsson, Birkir Bjarnason, Jó Gudmundsson (gol), Jón Bödvarsson, Gylfi Sigurdsson (gol). 

Nigéria: Líder do Grupo B da África do Sul, com 13 pontos, com quatro vitórias, um empate e uma derrota, os africanos estão em mais um mundial, ganhadores de uma Olimpíada em 1996, chegam para quem sabe surpreender. Entre as principais vitórias, estão, 3 x 1 sobre a Argélia, 4 x 0 sobre Camarões, e jogo da classificação de 1 x 0 sobre a Zâmbia no dia 07 de outubro de 2017. O técnico Gernot Rohr veio a partida com Dele Ajiboye, Daniel Akpeyi, Ola Aina, Chidozie Awaziem, Uche Agbo, John Ogu, Oghenekaro Etebo, Kelechi Iheanacho, Alex Iwobi (gol), Ahmed Musa, Anthony Nwakaeme, Mikel Agu. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial