Fortaleza 42° vez campeã

  Há pouco mais de um ano atrás, em 9 de abril de 2018, oCeará Sporting Club era campeão em cima do Fortaleza Esporte Clube. Vitória alvinegra sobre a equipe leonina por 2 x 1. Logo após essa derrota, parte da imprensa, maior parte da torcida, queria a cabeça do ainda então inexperiente treinador Rogério Ceni.

            Mas o também jovem presidente Marcelo Paz, bancou sua permanência no comando tricolor e a história todos conhecem.

            21 de abril de 2019, Arena Castelão, 43 mil pessoas,Fortaleza 1 x 0 Ceará.  Lisca demitido, a paciência da diretoria alvinegra não foi à mesma da tricolor.  Antes de chegarmos a esse titulo, vamos, falar de como tudo começou nesse ano.

            Em 05 de janeiro, o Campeonato Cearense começou para oito equipes: Ferroviário, FC Atlético, Horizonte, Guarany de Sobral, Barbalha, Iguatu, Floresta e Guarani de Juazeiro. O primeiro gol foi de Rômulo Oliveira, do Atlético Cearense, na vitoria de 3 x 1 sobre o Ferroviário.

            Nessa primeira fase, seis se classificaram para segunda fase e dois rebaixados: Iguatu e Guarani de Juazeiro.

            O melhor colocado foi o Barbalha,com 15 pontos, seguido pelo Atlético com 12 pontos, Ferroviário , com 11 pontos, Guarany de Sobral, com 11 pontos, Floresta, 9 pontos e Horizonte 8 pontos.

            Na fase seguinte já com Ceará e Fortaleza, o Barbalha que vinha em uma crescente se desestabilizou e com problemas extra campo, como a falta de condições de mandar seu jogos no Inaldão. Terminou em último lugar, com três pontos, em três empates e quatro derrotas. Teve seu técnico Washington Luis demitido, mas teve como consolo, a classificação para a Copa do Brasil de 2020.

            Já Floresta e Guarany de Sobral, que avançaram as semi-finais tiveram vaga garantida na Série D de 2020. O Ferroviário decepcionou e não passou do sexto lugar nesta segunda fase. O Ceará o time de melhor campanha, com 15 pontos, teve goleadas de 4 x 0, contra o Floresta e 6 x 2 contra o Ferroviário, usando uma equipe considerada reserva.  Isso lhe deu a vantagem de jogar por dois resultados iguais nas finais.

            O Leão do Pici estreou no dia 06 de fevereiro contra o Barbalha e venceu por 3 x 1, gols de  Guilherme, Junior Santos e Ederson. Depois venceu o Guarany de Sobral, 1 x 0, com gol deEderson. Foi nesse momento que o time comandado por Rogério Ceni começou a oscilar e perdeu para o Atlético 2 x 1, empatou com o Ferroviário 0 x 0 e perdeu para o Horizonte, 1 x 0.

            Nesse instante o rival, estava liderando a Copa do Nordeste e o Cearense e tinha se classificado bem na Copa do Brasil. Foi quando o Leão do Pici veio e conseguiu um empate com o Ceará 0 x 0 e retomou o animo, na mesma semana pela Lampions Leaguehavia vencido o Confiança por 4 x 0.

            Mas ainda rondava a dúvida se o time se classificaria e jogou com o Floresta no Castelão. E venceu apertado de 2 x 1, com gol de Ederson e Marcinho.

            Classificado para as semi-finais, venceu o Guarany de Sobral duas vezes por 1 x 0 e chegou a final em pé de igualdade com o rival que nesse momento havia sido eliminado da Copa do Nordeste em casa perdendo para o Náutico por 2 x 0 e mesmo vencendo o Corinthians por 1 x 0, na Arena Itaquera, foi eliminado da Copa do Brasil.

             A crise rondava Porangabussu, mas o time alvinegro eliminou o Floresta e chegou vivo na final.

            Mas na primeira partida não conseguiu superar o Fortaleza e perdeu por 2 x 0, gols de Edinho. Sua vantagem estava revertida e tinha que ganhar por 2 gols de diferença para ser tri-campeão.

            O Fortaleza entrou em campo na final, com Felipe Alves, Tinga, Quintero, Roger Carvalho, Carlinhos, Felipe, Paulo Roberto, Edinho (Marcinho), Osvaldo (Dodô), Romarinho (Gabriel Dias), Wellington Paulista.

            O vozão que foi derrotado por 1 x 0, gol de Roger Carvalho. Foi a campo com uma equipe com poucas mudanças, a surpresa foi Diogo Silva, no lugar de Richard. Teve também a entrada de João Lucas, no lugar de Carleto , suspenso. Precisando vencer a equipe até que buscou mais o gol, mas esbarrou na falta de qualidade na finalização e por isso Roger e Ricardo Bueno perderam vários gols e Leandro Carvalho pecou no preciosismo com a bola.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *