Brasil possui mais de 300 startups com soluções para o setor de agropecuária

Com objetivo de entender a atuação das AgTechs no mercado brasileiro, o Liga Insights mapeou quais são as inovações que estão ajudando o setor agro em sua produtividade, eficiência e em novos negócios

 

O Brasil possui hoje 307 AgTechs – startups voltadas para o setor de agropecuária, segundo levantamento inédito realizado no mês de Abril. As soluções foram divididas em 18 categorias e a maioria delas são do segmento de Biotecnologia, Hard Sciences e Bioenergia com 11%, em seguida aparecem Sensores e IoT com 11%, os VANTs/Drones e Geoprocessamento ficam com 10%, E-commerce, Marketplace e Economia Compartilhada representam 10%, Data Analytics, IA, BI 20 (7%), Gestão Animal (6%), Gestão de Lavoura (6%) e Gestão de Propriedades (5%), já o  Bem-estar Animal e Aquicultura ficam com 5% e Farm-to-table 4%, também com 4% estão as Novas formas de Plantio e Clima Inteligente.

O mapeamento analisou um banco de dados com mais de 15 mil startups do Brasil todo e foi realizado pelo Liga Insights – plataforma que reúne conteúdos relevantes sobre inovação e startups em diversos setores – em parceria com a aceleradora Liga Ventures (liga.ventures), Supera Parque (http://superaparque.com.br/) e Inova.Jab (http://www.inovajab.com.br/).

 De acordo com o estudo, as AgTechs estão se destacando entre as empresas do setor Agro. Só em 2017, foram gastos cerca US$ 437 milhões em investimento no setor – ano recorde de iniciativas na área. Para Raphael Augusto, startup hunter da Liga Ventures e responsável pelo Liga Insights, as inovações precisam estar presentes no dia a dia do produtor para que o setor cresça com escalabilidade e sustentabilidade, atendendo as futuras configurações do mercado.

“A agropecuária é, sem dúvidas, uma das áreas mais importantes para o desenvolvimento e crescimento do país e para que o setor tenha cada vez mais resultados positivos é indiscutível a necessidade da tecnologia se tornar, de fato, parceira dos produtores, sejam eles grandes, médios ou pequenos. As soluções vindas de startups podem ajudar a acelerar o processo de informatização do setor, de maneira democrática, trazendo benefícios de produtividade, escala, precisão, redução de desperdícios e aumento de vendas para os produtores”, analisa.

Smart Farming: IOT, blockchain e até drones

Com objetivo de entender a atuação das AgTechs no mercado brasileiro, o Liga Insights tem como foco mapear quais são as inovações que estão sendo utilizadas nos processos de produção das fazendas: desde a obtenção de crédito rural e novas formas de compra de equipamentos tecnológicos, insumos e ferramentas, até a sustentabilidade no pós-colheita, passando por coleta de dados, análise e integração de informações em plataformas de gestão, aplicação inteligente por meio de robotização e automação, além do rastreamento de produtos e formas de vendas.

Confira o mapeamento completo:

https://insights.liga.ventures/estudos-completos/agtechs-agro

 Número de startups no segmento: 307.

Entrevistados no estudo: mais de 40 pessoas – entre empreendedores, especialistas e grandes empresas.

 Áreas das startups mapeadas:

  • Análise Laboratorial (7)

  • Bem-estar Animal / Aquicultura (15)

  • Biotecnologia / Hard Sciences / Bioenergia (35)

  • Data Analytics / IA / BI (20)

  • E-commerce e Marketplace / Economia Compartilhada (32)

  • Eco-friendly (7)

  • Farm-to-table (13)

  • Fertilizante / Insumos e Controle Biológico (12)

  • FoodTechs (9)

  • Gestão Anima (18)

  • Gestão de Lavoura (19)

  • Gestão de Propriedade (16)

  • Novas formas de plantio / Clima Inteligente (13)

  • Robótica e Automação (10)

  • Sensores e IoT (33)

  • Serviços Financeiros e Blockchain (9)

  • Traceability (7)

  • VANTs / Drones e Geoprocessamento (32)

 Fonte:

O levantamento contou com mais de 40 entrevistados, entre especialistas, empreendedores e grandes empresas, como Fundepag, BNDES, Raizen, Yara, BRF, John Deere, USP e Mãe Terra. Também utilizou um banco de dados com mais de 15 mil startups brasileiras com base em inscrições para os programas de aceleração, eventos da Liga Ventures, recomendações, notícias em portais de negócios e busca ativa de startups. O estudo conta com o patrocínio das gigantes: AMBEV, CARGILL, IGC Partners, Derraik & Menezes Advogados.

 Sobre a Liga Insights

Criado pela Liga Ventures em 2017, o Liga Insights (https://insights.liga.ventures/) é uma plataforma que reúne conteúdos relevantes e estudos inéditos sobre a atuação de startups em diversos setores. Só em 2018 foram realizados mais de 10 levantamentos exclusivos, mapeando mais de 1.200 startups, com foco em áreas como; Varejo, AutoTechs, HRtechs, Health Techs, Tecnologias Emergentes, entre outras. A iniciativa surgiu como um braço de inteligência da aceleradora e tem como objetivo estudar mercados, mapear inovações e produzir conteúdos de qualidade para que as grandes corporações conheçam como as startups brasileiras estão inovando em diversos setores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *