Bicentenário do Senador Tomáz Pompeu é celebrado com palestra da escritora e trineta do homenageado Ângela Gutierrez

Por: AlaércioAlor.

Em um fim de tarde, os remanescentes do clã do Senador Pompeu e convidados atendendo ao chamado do intelectual e novo presidente do Instituto Histórico do Ceará, Lúcio Alcântara, foi revelado dados até então desconhecidos de um dos personagens mais importantes da história política do Ceará quando éramos apenas uma província do Império do Brasil.

 

A palestra sobre o bicentenário de nascimento do Senador Pompeu lotou as dependências do auditório daquele sodalicio e por mais de noventa minutos a Sra. Angela Gutiérrez, trineta do homenageado, relatou aos presentes que naqueles tempos de políticas e guerra a política já era feita com muitas mentiras. E que o Senador Pompeu era um dos membros do Senado a propor o fim da vitaliciedade do cargo embora ele fosse vitalício como membro do Senado pela Província do Ceará como eram conhecidos os estados no tempo do Brasil Imperial.

É de bom ressaltar que o Senador foi um homem muito culto para a sua época e que muito contribuiu para a formação cultural do nosso Ceará coletando dados estatísticos sobre as secas que assolavam essa regional já naquelas épocas de parcos recursos tecnológicos, tendo a Geografia como uma das ciências que mais amava estudar e difundir seus conhecimentos.

Foi o fundador e primeiro Diretor do Liceu do Ceará.

 

Foi o Senador Pompeu o primeiro grande impulsionador do desenvolvimento econômico do Ceará em sua época e por isso são merecidas e justas homenagens que tributam ao grande cearense o Instituto Histórico do Ceará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial